Notícias Notícias

Pesquisador Visitante do CsF fala sobre insegurança alimentar em evento do MDS

A prevenção da insegurança alimentar durante as secas e enchentes na Amazônia é o tema do Sexta com Debate, encontro promovido pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). O professor britânico Luke Thomas Parry é o convidado desta edição.

Professor britânico apresenta resultados de estudos sobre impactos das secas e enchentes na região.

A prevenção da insegurança alimentar durante as secas e enchentes na Amazônia é o tema do Sexta com Debate, encontro promovido pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). O professor britânico Luke Thomas Parry é o convidado desta edição.

Parry é professor de Serviços Ambientais no Lancaster Environment Centre, da Universidade do Reino Unido. Até 2016 é pesquisador visitante especial, por meio do Ciência Sem Fronteiras, no Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (Naea), da Universidade Federal do Pará (UFPA).

Possui doutorado em Ciências Ambientais Interdisciplinares pela Universidade de East Anglia (UEA), do Reino Unido, e pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), em São Paulo. É pós-doutor em transições agrícolas na Amazônia pelo Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG) e pela Embrapa Amazônia Oriental.

O Sexta com Debate promove quinzenalmente discussões sobre temas relacionados ao desenvolvimento social no Brasil e no mundo.

SERVIÇO:
Sexta com Debate – Prevenção da segurança alimentar na Amazônia
Palestrante: Luke Thomas Parry
Quando: Sexta-feira (31), às 10h
Onde: Auditório da SAGI - Esplanada dos Ministérios, Bloco A, 3ª andar


Central de Atendimento do MDS:
0800-707-2003

Informações para a imprensa:
Ascom/MDS
(61) 2030-1021
www.mds.gov.br/saladeimprensa

Evento dos Coordenadores Institucionais do Programa Ciência sem Fronteiras - Transmissão ao Vivo

Hoje, 07/10, a partir das 9h, acontece na sede do CNPq o Encontro dos Coordenadores Institucionais do Programa ciência sem Fronteiras. Clique no link abaixo e acompanhe ao vivo. http://video.rnp.br/portal/transmission.action?idItem=22776

Hoje, 07/10, a partir das 9h, acontece na sede do CNPq o Encontro dos Coordenadores Institucionais do Programa ciência sem Fronteiras. Clique no link abaixo e acompanhe ao vivo. 

http://video.rnp.br/portal/transmission.action?idItem=22776

 

Equipe CsF-CNpq

Último dia de inscrições para as chamadas do Ciência sem Fronteiras em 10 países.

Hoje, 30/09, encerram-se as inscrições para as chamadas nº 179 (Polônia), 184 (Austrália-ATN), 185 (Austrália-Go8), 186 (Bélgica-VLHUR), 187 (Bélgica - ARES), 188 (canadá-CBIE), 189 (Canadá-CALDO), 190 (Coreia do Sul), 191 (Espanha), 192 (Finlândia), 193 (Holanda), 194 (Nova Zelândia) e 195 (Reino Unido) que irão conceder 5500 bolsas no programa Ciência sem Fronteiras - CsF.

Hoje, 30/09, encerram-se as inscrições para as  chamadas nº 179 (Polônia), 184 (Austrália-ATN), 185 (Austrália-Go8), 186 (Bélgica-VLHUR), 187 (Bélgica - ARES), 188 (canadá-CBIE), 189 (Canadá-CALDO), 190 (Coreia do Sul), 191 (Espanha), 192 (Finlândia), 193 (Holanda), 194 (Nova Zelândia) e 195 (Reino Unido) que irão conceder 5500 bolsas no programa Ciência sem Fronteiras - CsF.

Requisitos

Os candidatos devem estar matriculados em curso de graduação dentro das áreas contempladas pelo Programa. Além disso, devem ter realizado entre 20% a 90% dos créditos concluídos quando do início da bolsa, ter média de ENEM a partir de 2009 maior que 600 e cumprir com os requisitos do idioma de cada chamada. Clique aqui para acessar as chamadas.

Os estudantes devem verificar junto a sua instituição de ensino superior - IES de vínculo se há alguma chamada interna, pois, neste caso, é necessário estar inscrito nas duas chamadas, ou seja, no CsF e na IES de vínculo.

A interlocução com o programa Ciência sem Fronteiras, inclusive para candidatos com dificuldades no acesso ao formulário de inscrições, deverá ser realizada via protocolo Fale Conosco.

Equipe CsF-CNPq

Últimos dias para realizar inscrições para bolsa de graduação no exterior

Candidatos que cumprirem os requisitos nos editais têm apenas mais uma semana para realizar inscrições para as novas chamadas para graduação-sanduíche. Ao todo são 21 países de destino: Alemanha, Austrália, Áustria, Bélgica, Canadá, China, Coréia do Sul, Espanha, EUA, Finlândia, França, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália, Japão, Noruega, Nova Zelândia, Polônia, Reino Unido e Suécia.

Candidatos que cumprirem os requisitos nos editais têm apenas mais uma semana para realizar inscrições para as novas chamadas para graduação-sanduíche. Ao todo são 21 países de destino: Alemanha, Austrália, Áustria, Bélgica, Canadá, China, Coréia do Sul, Espanha, EUA, Finlândia, França, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália, Japão, Noruega, Nova Zelândia, Polônia, Reino Unido e Suécia.

O período de inscrições vai até 29 de setembro para as chamadas nº 180, 181, 182, 183, 196, 197, 198, 199, 200, 201, 202, 203 e 204. Já para as chamadas nº 179, 184, 185, 186, 187, 188, 189, 190, 191, 192, 193, 194 e 195, as inscrições vão até 30 de setembro. Acesse aqui as chamadas.

Entre os requisitos obrigatórios para todas as chamadas estão obter nota global no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) igual ou superior a 600 pontos em exames realizados a partir de 2009; apresentar teste de proficiência no idioma aceito pela instituição de destino; ter integralizado no mínimo 20% e, no máximo, 90% do currículo previsto para seu curso no momento do início previsto da viagem de estudos; e ser homologado pela instituição de ensino superior (IES) de origem (mérito acadêmico).

É necessário também cursar uma das áreas contempladas pelo programa. Aos alunos da área de saúde, é necessário verificar as exigências específicas de cada umas das chamadas. Há países que aceitam alunos do ciclo básico e clínico, há chamadas que aceitarão somente alunos do ciclo básico e há países que não aceitarão alunos da área da saúde.

Benefícios

A bolsa concedida aos candidatos selecionados custeará a permanência do aluno pelo período estudo no país. Além da mensalidade na moeda local, são concedidos auxílio instalação, seguro-saúde (pago no país de destino), auxílio deslocamento para aquisição de passagens aéreas e auxílio material didático para compra de computador portátil ou tablet.

A interlocução com o programa Ciência sem Fronteiras, inclusive para candidatos com dificuldades no acesso ao formulário de inscrições, deverá ser realizada via protocolo Fale Conosco.

(CCS/Capes)

Destaques Destaques